Telefone
(+351) 224 053 270

QUEM SOMOS   >   LOJA   >   CONTACTOS  >   BLOG

Língua  
EN | PT
Pesquisar
Utilizador (e-mail) Registe-se   >   MyIHTP
Menu CD MotivacionalCursos on-lineCursos e EventosDVDEventos CorporateLivroMP3 MotivacionalPosters InspiradoresSaúde e Bem EstarServiçosVales Oferta Subscrições Ofertas Especiais Novidades Promoções
Moeda

Wonderlives VITALPLUS - Bem Estar Geral

Voltar

Wonderlives VITALPLUS - Bem Estar Geral
http://www.ihavethepower.net/Produto/1776/wonderlives-vitalplus---bem-estar-geral

WonderLives Vitalplus

SUPLEMENTO ALIMENTAR

 

Apresentação

Embalagem de 30 cápsulas duras + 30 cápsulas de Ómega 3

 

Ingredientes

1 Cápsula

% DDR

Extracto seco de Ginkgo biloba (padronizado a 25% de Ginkgólidos)

60 mg

----

Lactato de Cálcio (Corresponde a 13,8 % de Cálcio elemento)

45 mg

0,78 %

Vitamina C (Ácido L-ascórbico)

40 mg

50,00 %

Lactato de magnésio (Corresponde a 10,3 % de Magnésio elemento)

37 mg

1,02 %

Extracto de Levedura de cerveja, enriquecida em Zinco (Saccharomyces cerevisiae, que corresponde a 10% de Zinco elemento)

28 mg

28,00 %

Extracto de Levedura de cerveja, enriquecida em Selénio (Saccharomyces cerevisiae, que corresponde a 0,2% de Selénio elemento)

12 mg

43,64 %

Extracto de Ginseng (Panax ginseng, que corresponde a 7% de ginsenósideos)

10 mg

----

Extracto de Griffonia simplicifolia

(extracto seco a 25% de 5-htp natural)

10 mg

----

Extracto de Videira vermelha (Extracto de Vitis vinífera padronizado a 95% de OPC)

8 mg

----

Vitamina B3 (Nicotinamida)

8 mg NE

50,00 %

L-Arginina

1,2 mg

----

L-Glutamina

1,2 mg

----

Vitamina B2 (Riboflavina)

0,89 mg

63,27 %

Piridoxina (Vitamina B6)

0,85 mg

60,71 %

L-Metionina

0,80 mg

----

Vitamina B1 (Tiamina)

0,62 mg

56,36 %

Vitamina B9 (Ácido fólico)

100 mg

50,00 %

Vitamina B12 (Cianocobalamina)

1,25 mg

50,00 %

Antiaglomerantes: Celulose microcristalina, Estearato de magnésio, Dióxido de silício colóidal.

 

Ingredientes

1 Cápsula

% DDR

Óleo de peixe (EPA 18%, DHA 12%)

1000 mg

----

DL-a-Tocoferol (Vitamina E)

15 mg

125,00 %

Antiaglomerantes: Gelatina, Humidificante (Glicerina)

 

 

Indicações

Astenia

Cansaço físico

Esgotamento Cerebral

Memória

Stress

Sistema imunitário

 

Toma diária recomendada (TDR)

1 Cápsula  e 1 cápsula de Omega 3, por dia, ao almoço, com um copo de água.

 

Características

Wonderlives Vitalplus é um suplemento alimentar, formulado especificamente para o sistema nervoso central.

 

Ginkgo biloba

É composto por extracto seco de Ginkgo biloba. A padronização é realizada a 24% ginkgoglicosídeos flavonóides (baseado em flavonas, como a quercetina, kaempferol e isoramnetina) e 6% lactonas terpenos (ginkgolidos e bilobalida). Os estudos clínicos demonstraram que os extractos de Ginkgo biloba contribuem para a melhoria dos sintomas associados com insuficiência cerebral, como a diminuição das funções cognitivas, perda de memória, depressão e zumbido1. Os extractos de Gingko biloba actuam ao nível da circulação cerebral e tem acção nootrópica e neuroprotectora2.

A Comissão E aprovou o uso interno de Ginkgo para o tratamento sintomático da perturbação do desempenho na síndrome cerebral orgânico com os seguintes sintomas principais: défices de memória, distúrbios de concentração, condição emocional depressiva, tonturas, zumbido e dor de cabeça3.

As síndromes demenciais, incluindo a demência primária degenerativa, demência vascular, e formas mistas de ambos, são as patologias primárias-alvo. Diminuição da dor na doença arterial oclusiva periférica na Fase II (claudicação intermitente), Vertigens e tinnitus de origem vascular involutiva13.

A Organização Mundial da Saúde em 1999, também aprovou o uso estabelecido pela Comissão E, acrescentando as seguintes condições específicas para a doença arterial oclusiva periférica: a doença de Raynaud (coloração azul intermitente das extremidades devido à diminuição do fluxo sanguíneo, sem causa directa conhecida, que não esteja relacionada com o frio ou estado emocional), e acrocianose (ou seja, a doença de Crocq: má circulação persistente nas mãos e, por vezes, nos pés, resultando em condição de frio azul, suado) e síndrome pós flebite (inflamação dolorosa das veias).

 

Panax ginseng

É tradicionalmente utilizado na convalescença e como profiláctico em problemas imunitários, pois permite aumentar a resistência, reduzir a susceptibilidade a doenças, promover a saúde e a longevidade4. A sua actividade repercute-se em todo o corpo, em vez de determinados órgãos ou sistemas, o que dá suporte para a visão tradicional de que o ginseng é um tónico que pode revitalizar o funcionamento do organismo como um todo. A Comissão E aprovou o ginseng como um tónico para fortalecimento em casos de fadiga, debilidade ou falta de concentração no trabalho e para períodos de convalescença.

A OMS na sua monografia sobre o Panax ginseng aprova os usos mencionados pela comissão E, e ainda ' afirma que pode ser “usado como um agente preventivo e restaurador para melhoria das capacidades físicas e mentais, nos casos de fraqueza, exaustão, cansaço e perda de concentração, e durante a convalescença5.

Os componentes biologicamente activos do Panax ginseng são uma mistura complexa de saponinas, de triterpenos conhecidos como ginsenósidos. A raiz contém 2-3% de ginsenósidos que Rg1, Rc, Rd, Rb1, Rb2, e Rb0 são quantitativamente os mais importantes5.

 

Vitis vinífera

É utilizada no tratamento da insuficiência venosa crónica, que se caracteriza pelo edema nos membros inferiores, tais como, varizes, sensação de peso, dor, cansaço, comichão e tensão6. A videira contém diversos compostos fenólicos, dos quais se destacam as antocianidinas que protegem as veias, as artérias e reforçam a permeabilidade capilar cutânea, e as proantocianidinas que têm acção antioxidante e estabilizadora do colagénio presente nas membranas dos vasos.

 

Griffonia simplicifolia

É uma planta que tem utilização tradicional nos países africanos, as folhas como cicatrizante e suco da folha no tratamento de edemas e problemas renais. As suas sementes são ricas em 5-hidroxitriptofano. O 5-HTP é um metabólito intermediário do aminoácido essencial L-Triptofano na biossíntese de serotonina. A absorção intestinal do 5-hidroxitriptofano não requer a presença de outros aminoácidos. O 5-HTPapresenta uma boa biodisponibilidade quando administrado por via oral, sendo que cerca de 70% da dosagem administrada atinge a corrente sanguínea e atravessa a barreira hematoencefálica, onde é transformado em serotonina e actua no sistema nervoso central7,8.

 

L-Arginina

Aminoácido essencial, que actua na regulação da pressão arterial ena função vascular, aumentando a circulação sanguínea. A L-Arginina, é precursora do óxido nítrico (NO), molécula mensageira que desempenha um papel fundamental na regulação da pressão arterial e do fluxo sanguíneo, dilatando os vasos sanguíneos2.

 

L-Glutamina

Glutamina é um aminoácido não essencial, sintetizado pelo organismo humano, e o aminoácido livre mais abundante no tecido muscular2. Além de actuar como nutriente para as células imunológicas, promove o crescimento muscular. A Glutamina exerce funções de manutenção do sistema imunológico, equilíbrio ácido/básico durante estado de acidose; regula a síntese e a degradação de proteínas e contribui para a manutenção da homeostasia corporal2.

 

L-Metionina

É um aminoácido essencial, sulfurado, que ao contrário das bactérias, os humanos não conseguem sintetizar metionina a partir do ácido aspártico. Após absorvida, participa na formação da cisteína e da cistina, substâncias muito importantes ao organismo por serem a sua principal fonte de enxofre. Ajuda no mecanismo de desintoxicação orgânica9. A Metionina é metabolizada através de uma enzima que forma a S-adenosil L-metionina (SAM), a partir da Metionina e de ATP presentes no cérebro e no fígado10. Para ser absorvida a metionina necessita da ajuda de várias substâncias como a vitamina B12, B6 e magnésio, presentes nesta composição.

A Metionina é precursora de várias substâncias importantes para o organismo, tais como a serina, creatina, epinefrina e carnitina, apresenta acção analgésica, por conter uma fonte de enxofre que origina diversas endorfinas (substâncias analgésicas produzidas no nosso cérebro). Actua na doença de Parkinson (estimula a produção de dopamina), na depressão (especialmente como SAMe, que actua como anti- depressivo).

 

Cálcio

Constitui uma fonte de cálcio e tem em comparação com outros sais de cálcio, uma boa solubilidade e biodisponibilidade. O cálcio em conjunto com a vitamina K actua no sistema circulatório e é um dos factores da cascata de coagulação. Participa na transmissão sináptica, na contracção muscular e cardíaca.

 

Magnésio

O magnésio é um catião de localização intracelular dominante, que regula a excitabilidade neuronal e a transmissão neuromuscular. Intervém em numerosas reacções enzimáticas e melhora o desempenho e vitalidade cerebral, previne a falta de memória e o declínio cognitivo causados pela idade2.

 

Zinco

Participa na divisão celular, em processos fisiológicos como o crescimento e desenvolvimento, actua como estabilizador das membranas celulares e participa no sistema imunitário e no desenvolvimento cognitivo11.

 

Selénio

O selénio é um oligoelemento que é essencial em pequenas quantidades, mas como todos os elementos essenciais, a sua sobredosagem pode ser tóxica. É essencial para a produção do aminoácido L-selenocisteína e das selenoproteínas. É um importante cofactor enzimático, sendo necessário para a formação e função da glutationa peroxidase, da tioredoxina redutase, e da selenoproteína P. Intervém em processos de oxidação-redução, protegendo as células e as membranas celulares do stress oxidativo12. O selénio contribui para um bom funcionamento do sistema imunitário através da activação, proliferação e diferenciação das células T2.

 

Vitamina C

Vitamina C, também conhecido como ácido ascórbico, é uma vitamina solúvel em água. Os seres humanos não têm a capacidade de produzir ácido ascórbico e deve obter a vitamina C através da dieta. A vitamina C actua como cofactor essencial para numerosas reacções enzimáticas, por exemplo, na biossíntese de colagénio, carnitina, e as catecolaminas, e como um antioxidante potente. Estudos prospectivos indicam que um maior consumo de vitamina C a partir de qualquer dieta ou suplementos estão associados com um risco reduzido de doenças cardiovasculares (DCVs), incluindo doença cardíaca coronária e acidente vascular cerebral.13

 

Vitamina E

Actua como antioxidante, ao nível das células e tecidos, eliminando os radicais livres e protegendo as membranas celulares. É indispensável à actividade enzimática, actuando como coadjuvante no metabolismo dos lípidos (inibe a oxidação das gorduras). Tem efeito protector do miocárdio, actua como cardioprotector e vasodilatador, melhorando a circulação sanguínea2.

 

Vitamina B6

Intervém no metabolismo das proteínas e dos aminoácidos. É indispensável para a absorção do Magnésio e também para a transformação do Triptofano em serotonina14. Participa no metabolismo da Hemoglobina. É benéfica para o sistema nervoso central e actua como imunomodulador2.

 

Vitamina B2

Actua como intermediário na transferência de electrões nas reacções Oxi-redução ao nível dos tecidos, permitindo a formação da glutationa peroxidase que capta os radicais livres2. Participa no metabolismo dos lípidos, glícidos e poteínas e na formação de eritrócitos, aumentado a quantidade de oxigénio transportado às células. A vitamina B2 actua na neurotransmissão dos impulsos nervosos e nas sinapses cerebrais.

 

Vitamina B1

Actua como factor de crescimento, sendo indispensável ao sistema nervoso, músculos e coração, Possui acção antidepressiva e ansiolítica. Favorece a absorção do oxigénio pelas células cerebrais (melhora a microcirculação, concentração, cognição e aprendizagem). Tem ainda acção cardioprotectora e vasoprotectora2.

 

Vitamina B3

Em doses elevadas baixa a taxa de colesterol LDL (mau colesterol) no organismo, por inibir os seus transportadores. Previne os problemas cardiovasculares e apresenta efeito vasodilatador2. Ajuda no combate aos problemas do foro psiquiátrico (instabilidade mental, alterações de humor e outras). Actua no processo digestivo. Participa na síntese de várias hormonas como estrogénio, progesterona e testosterona, hormonas tiroideias e insulina. Participa no metabolismo dos glícidos, lípidos e proteínas

 

Vitamina B9

O ácido fólico ou folato, vitamina pertencente ao complexo B (vitamina B9), participa do metabolismo dos aminoácidos e da síntese dos ácidos nucléicos. É essencial para a formação das células do sangue. A deficiência de folato pode ser a hipovitaminose mais comum.

O folato é amplamente encontrado nos alimentos, no entanto entre 50 a 95% é perdido durante o processamento e preparação dos alimentos. Terapeuticamente, ácido fólico é fundamental para reduzir os níveis de homocisteína e a ocorrência de defeitos do tubo neural.15

Estudos realizados demonstraram que concentrações mais baixas de Vitamina B9 e B12 estão associados a concentrações mais elevadas de homocisteína. Também foi observado que níveis baixos de vitamina B9, são especialmente relevantes no declínio cognitivo e diminuição da fluência verbal.16

 

Vitamina B12

Participa na formação e desenvolvimento dos eritrócitos. Regula o funcionamento do sistema nervoso2, actua no metabolismo das gorduras, proteínas e glícidos, transformando-os em energia. Desempenha também, um papel muito importante na concentração, no equilíbrio e na memória. Em conjunto com a vitamina B9, participa na formação das purinas que são indispensáveis à formação dos ácidos nucleicos.

 

Omega 3

Os ácidos gordos polinsaturados ómega 3 são essenciais para o organismo humano, por este ser incapaz de os sintetizar, sendo obtidos através da alimentação e/ou suplementação.

O EPA protege o organismo da agregação plaquetária (perigo de trombose), da hipertensão arterial, da inflamação tecidular, da retenção de líquidos e de uma defesa imunitária deficiente.

O DHA é particularmente importante para as funções cerebrais, nervosas, auditivas e na visão.

Os ácidos gordos polinsaturados ajudam a diminuir o excesso de gordura e colesterol no sangue, promovem uma regularização do ritmo cardíaco, evitam os depósitos de gordura nas artérias e possuem propriedades anti-inflamatórias2. O Omega 3 actua na gestão do stress, ansiedade e na depressão.

Os Omega 3 são componentes estruturais importantes das membranas celulares, afectando as suas propriedades, tais como a fluidez, a flexibilidade, a permeabilidade e a actividade de enzimas ligadas à membrana. O DHA é incorporado selectivamente nas membranas de células da retina e membranas celulares neuronais pós-sinápticos, o sugerindo que desempenha um papel importante na visão e função do sistema nervoso.

 

 

Interacções

 

Ginkgo biloba: Anticoagulantes, Benzodiazepinas, inibidores selectivos da recaptação da serotonina, miorelaxantes, antidepressivos, Antipsicóticos, bloqueadores beta, xantinas, triptanos, fenotiazinas, Inibidores da bomba de protões, Antiepilépticos e anticonvulsivantes, estatinas, antidiabéticos orais, IECAS, AINE’s, tamoxifeno, codeína, Antagonista dos receptores colinérgicos do tipo muscarínicos, anticolinesterases, metadona, ondansetron, tramadol, trazodona, claritromicina, estrógenos, antivíricos e hidroclorotiazida.

Panax ginseng: Álcool, cafeina, diuréticos da ansa, antidiabéticos orais e insulina, inibidores selectivos da recaptação da serotonina, miorelaxantes, antidepressivos, Antipsicóticos, AINE’S, imunossupressores, anticoagulantes, pseudoefedrina.

Vitis vinífera: Não existem dados disponíveis

Griffonia simplicifolia: Carbidopa, Metildopa,  Tramadol, Inibidores da Recaptação de Seratonina, Inibidores da Monoaminoxidase, Antidepressivos Derivados Tricíclicos, Hipericão.

L-Arginina: AINE’s, Diuréticos, IECAS, Nitroglicerina transdérmica.

L-Glutamina: Lactulose, Citotóxicos, Antiepilépticos e anticonvulsivantes.

L-Metionina: Dopaminomiméticos

Cálcio: Bisfosfonatos, Antiácidos que contenham sais de alumínio, Bloqueadora Beta e da entrada de cálcio, Resinas sequestradoras e Inibidores da absorção de colesterol, Corticosteróides, Digoxina, Diuréticos, Estrógenos, Antibióticos (Tetraciclinas e Quinolonas) Antiepilépticos e anticonvulsivantes (Fenitoína, carbamazepina, Fenobarbital).

Magnésio: Antibióticos (Quinolonas, Tetraciclinas), Bloqueadores Beta e da entrada de cálcio, Digoxina, Diuréticos, hormonas sexuais e da tiróide, Penicilamina, Bisfosfonato, Inibidores da bomba de protões.

Zinco: Antibióticos, Anti-hipertensores, AINE´s, Diuréticos Tiazidicos, Amilorida,   Penicilamina, IECAS, Álcool, Fitatos e Oxalatos.

Selénio: Clozapina, Ácido Valpróico, Corticosteroides, Estatinas, Antineoplásicos, Inibidores dos receptores H2, Inibidores da bomba de protões.

Vitamina C: Estrogénios, Aspirina, Anticoagulantes orais, Paracetamol, Inibidores de protéase, Citotóxicos, Ferro.

Vitamina E: Ciclosporinas, antimicóticos derivados tiazólicos, citotóxicos, anticoagulantes orais, Estatinas.

Vitamina B6: Álcool, Penicilamina , Hidralazina, Isoniazida, Cicloserina, Teofilina, Contraceptivos orais, Levodopa, Estatinas, Fenobarbital e Fenitoína.

Vitamina B2: Anticolinérgicos, antidepressivos tricíclicos, fenobarbital

Vitamina B1: Antidiabéticos, 5-fluorouracilo, diuréticos da ansa, álcool

Vitamina B3: Levodopa,  Fenobarbital, Fenitoína, Contraceptivos orais, Isoniazida, Hidralazina e Penicilamina.

Vitamina B9: Antiepiléticos, Antibacterianos, Sulfassalazina

Vitamina B12: Aminoglicosidios, antiepilépticos, biguanidas, clorafenicol, colestiramina, sais de potássio, dopametilo e agentes antiácidos. A administração concomitante de contraceptivos orais e vitamina B12 pode provocar a diminuição da concentração plasmática de vitamina.

Omega 3: Contraceptivos orais, Anti-hipertensores, Orlistato, Anticoagulantes orais

 

Contra-indicações

Hipersensibilidade a qualquer um dos constituintes.

 

Ginkgo biloba: Terapia com anticoagulantes

Panax ginseng: Doenças auto-imunes e imunosuprimidos, Doença cardíaca, carcinomas hormonodependentes.

Vitis vinífera: Não existem dados disponíveis

Griffonia simplicifolia: Insuficiência Renal. Anestesia. Inibidores da Recaptação de Seratonina, Inibidores da Monoaminoxidase, Antidepressivos Derivados Tricíclicos.

L-Arginina: Úlceras pépticas, Herpes, Deficiência de guanidinoacetato metiltransferase.

L-Glutamina: Não são conhecidos nas doses indicadas

L-Metionina: Acidose, aterosclerose, doenças hepáticas, deficiência metilenotetrahidrofolato redutase.

Cálcio: Hiperparatiroidismo, Sarcoidose, Hiperfosfatemia ou Hipofosfatemia.

Magnésio: Insuficiência Renal, bloqueio cardíaco, lesão miocárdica, Hipermagnsesia e Miastenis gravis.

Zinco: Na dose indicada, não são conhecidos.

Selénio: Insuficiência renal e hepática.

Vitamina C: hemocromatose, insuficiência renal e deficiência metabólica da glicose-6-fosfato desidrogenase.

Vitamina E: Angioplastia (imediatamente a seguir ao procedimento), retinite pigmentosa, hipovitaminose de vitamina K.

Vitamina B6: Insuficiência hepática e renal.

Vitamina B1: Insuficiência hepática, alcoolismo crónico.

Vitamina B3: Doença cardíaca e Levodopa.

Vitamina B12: Não administrar na mulher grávida com anemia megaloblástica. Doença de Leber (atrofia hereditária do nervo óptico) nem na ambliopia tabágica ou alcoólica pois a neuropatia óptica pode ser agravada.

Omega 3: Alergia ao marisco

 

 

Efeitos indesejáveis

Ginkgo biloba: Aumento do risco de hemorragias (ex. Epistaxis), dores de cabeça e tonturas, problemas gastrointestinais como dores abdominais, náuseas e vómitos. Pode ocorrer reacções alérgicas na pele (eritema, edema, prurido e exantema).

Panax ginseng: Reacções de hipersensibilidade (urticária, prurido), insónia e distúrbios gastrointestinais, como desconforto no estômago, náuseas, vómitos, diarreia e constipação foram relatados. A frequência não é conhecida.

Vitis vinífera: Alergia de contacto e / ou reacções de hipersensibilidade da pele (prurido e eritema, urticária) foram relatados. A frequência não é conhecida. Por via oral, pode ocorrer náuseas, queixas gastrointestinais e dor de cabeça podem ocorrer, mas a frequência não é conhecida.

Griffonia simplicifolia: Náuseas, dores abdominais, e distúrbios gastrointestinais, os quais tendem a desperecerem, com a toma ou com uma redução na dose diária.

L-Arginina: Desconforto gastrointestinal, dor abdominal, distensão abdominal, diarréia, gota, alergias, inflamação das vias respiratórias, agravamento de asma e pressão arterial baixa.

L-Glutamina: Não são conhecidos nas doses indicadas.

L-Metionina: Não são conhecidos nas doses indicadas.

Cálcio: Na dosagem apresentada não existem indícios de efeitos adversos, no entanto pode ocorrer obstipação.

Magnésio: Na dosagem apresentada não existem indícios de efeitos indesejáveis.

Zinco: Deficiência em Cobre, com uso prolongado de zinco. Problemas de estômago, que podem ser contornados, com a ingestão de alimentos. Pode originar gosto metálico na boca, neste caso reduzir a dose diária.

Selénio: Na dosagem apresentada não existem indícios de efeitos indesejáveis.

Vitamina C: náuseas, vómitos, azia, dores de estômago, dor de cabeça.

Vitamina E: Náuseas, diarreia, dores de estômago, fadiga, fraqueza, dor de cabeça, visão turva, erupção cutânea. Hematomas e hemorragias em caso de sobredosagem.

Vitamina B6: Crianças com idade inferior a 12 anos. Doentes com compromisso renal ou hepático.

Vitamina B2: Coloração amarelo-alaranjada da urina, em doses elevadas pode causar diarreia e aumento da diurese.

Vitamina B1: São raras mas podem ocorrer reacções alérgicas e irritação da pele.

Vitamina B3: Náuseas, dor de cabeça, parestesia, perturbações da memória, insónias, sonolência, púrpura trombocitopénica.

Vitamina B12: Não são conhecidos nas doses indicadas.

Omega 3: Pode causar desconforto gastrointestinal, fezes moles ou diarreia.

 

 

Advertências

Ginkgo biloba: Não administrar a doentes com problemas de coagulação ou em terapia anticoagulante.

Panax ginseng: Não se aconselha a sua administrações adolescentes e crianças, por falta de dados

Cálcio: Deve ser utilizado com precaução em doentes renais (insuficiência renal).

Zinco: Uso prolongado induz a deficiência em cobre.

Vitamina E: Deve ser administrada com precaução a doentes cardíacos

Vitamina B6: A administração a longo prazo de elevadas concentrações de Piridoxina está associada com o desenvolvimento de neurotoxicidade.

Vitamina B12: Não deve ser administrado a doentes oncológicos.

 

 

Recomendações

Não deve ser excedida a toma diária indicada.

Os suplementos alimentares não são substitutos de um regime alimentar variado e equilibrado nem de um modo de vida saudável.

Conservar na embalagem original protegido da luz, em local seco e a temperatura inferior a 25°C.

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

O uso seguro durante a gravidez e amamentação não foi estabelecido. Na ausência de dados suficientes, o uso durante estes períodos não é recomendado.

O produto não deve ser utilizado no caso de hipersensibilidade ou alergia a qualquer um dos constituintes da formulação.

 

Referências bibliográficas

1.        World Health Organization. WHO monographs on selected medicinal plants - Radix Panax Ginseng. Essential Medicines and Health Products Information Portal 1, 168–179 (1999).

2.        Coates, P. M. et al. Encyclopedia of Dietary Supplements. Health (San Francisco) 423–430 (Informa, 2010).

3.        Betz, J. M., Blackman, M. R. & Levine, M. Encyclopedia of Dietary Supplements Encyclopedia of Dietary Supplements.

4.        Shergis, J. L., Zhang, A. L., Zhou, W. & Xue, C. C. Panax ginseng in randomised controlled trials: a systematic review. Phytother. Res. 27, 949–65 (2013).

5.        Assessment report on Panax ginseng C.A. Meyer, radix.

6.        Committee on Herbal Medicinal Products (HMPC). Assessment report on Vitis vinifera L., folium. European Medicine Agency 1–6 (2010). at <http://www.ema.europa.eu/docs/en_GB/document_library/Herbal_-_Community_herbal_monograph/2011/01/WC500100391.pdf>

7.        Iovieno, N., Dalton, E. D., Fava, M. & Mischoulon, D. Second-tier natural antidepressants: review and critique. J. Affect. Disord. 130, 343–57 (2011).

8.        Turner, E. H., Loftis, J. M. & Blackwell, A. D. Serotonin a la carte: supplementation with the serotonin precursor 5-hydroxytryptophan. Pharmacol. Ther. 109, 325–38 (2006).

9.        Sulfur Amino Acids—Advances in Research and Application. (Scholarly Ediions, 2013).

10.      Ingenbleek, Y. & Kimura, H. Nutritional essentiality of sulfur in health and disease. Nutr. Rev. 71, 413–32 (2013).

11.      King, J. C. Zinc: an essential but elusive nutrient. Am. J. Cinical Nutr. 94, 679S–84S (2011).

12.      Steinbrenner, H. & Sies, H. Selenium homeostasis and antioxidant selenoproteins in brain: implications for disorders in the central nervous system. Arch. Biochem. Biophys. 536, 152–7 (2013).

13.      Mandarim-de-lacerda, C. & Cuzzi, T. Vitamina C. An Bras. Dermatologia 78, 265–274 (2003).

14.      Allen, G. F. G. et al. Pyridoxal 5’-phosphate deficiency causes a loss of aromatic L-amino acid decarboxylase in patients and human neuroblastoma cells, implications for aromatic L-amino acid decarboxylase and vitamin B(6) deficiency states. J. Neurochem. 114, 87–96 (2010).

15.      McSORLEY, J. G. a. Folic acid. Br. Med. J. 1, 863 (1947).

16.      Reay, J. L., Smith, M. a & Riby, L. M. B vitamins and cognitive performance in older adults: review. ISRN Nutr. 2013, 650983 (2013).

Na compra deste artigo obterá 0,90 Créditos para utilizar em futuras compras.

image


30 EUR

Comprar

                  Bookmark and Share
Garantia
GARANTIA TOTAL DE SATISFAÇÃO - Quer participe num evento, ouça um CD, veja um DVD ou leia um livro, ponha o conteúdo em acção imediatamente.

Além das garantias gerais da Lei Portuguesa para o consumidor, criamos uma garantia especial para os nossos Cursos, CD's e Programas On-line: se descobrir que as nossas ideias não são úteis para si, pode obter a devolução de cada cêntimo que pagou, até 6 meses após a sua compra. Tome 6 (seis) meses para decidir se é bom ou não para si! Se não ficar satisfeita(o), entre em contacto connosco e devolvemos-lhe  o valor da sua compra. Não queremos somente poder ajudar a melhorar, mas sim realmente ajudar a melhorar.

Somos uma Entidade Certificada pela DGERT pelo que tem a Garantia de ter Formação Profissional de Qualidade.

Somos membros da:

   e