Telefone
(+351) 224 053 270

QUEM SOMOS   >   LOJA   >   CONTACTOS  >   BLOG

Língua  
EN | PT
Pesquisar
Utilizador (e-mail) Registe-se   >   MyIHTP

Cristóvão Duque

Olá, sou o Cristóvão Duque, o rapaz que estuda História e está na ACN, lembra-se?

Seja como for, gostaria de partilhar consigo a aplicação do que aprendi consigo em prática.

Desde sempre quis algo mais do que a vida que os meus pais me proporcionavam, e algo melhor que o comum que estou habituado a ver. Como tal dediquei-me ao estudo da história, uma das minhas grandes paixões, e nela sempre vi grandes figuras, e outras não tão grandes aparentemente mas que na sombra foram pessoas majestosas na maneira de ser e de pensar. Pensei que ao tornar-me o mais culto possível no máximo de áreas possíveis me ia abrir muito mais portas para o sucesso que eu desejo.
E de facto abriu imensas portas, mas na verdade nunca procurei melhorar e MIM próprio, nunca agi de acordo com tudo o que aprendi.

Desde que o ouvi pela primeira vez em Caldas da Rainha em uma palestra da ACN, percebi definitivamente que nunca teria o que queria se não mudasse de atitude. Percebi que mesmo aquilo que eu queria não estava bem definido, e que na verdade os meus defeitos e falhas acabariam por me tornar naquilo que eu teoricamente não queria ser. Apesar de esse dia ter sido em 2008 se não me engano. Só em Janeiro de 2010 decidi, no dia um do mesmo ano, que preferia "perder" um ano de trabalho, escola, etc. E ganhar pela primeira vez um ano a mim próprio. Ou seja decidi dedicar este ano a mim mesmo. Li imensos livros não apenas da área de História como sempre, mas também desta vez li dois livros do Dr. Adelino Cunha, do Dr. Augustu Cury, vi o filme do Segredo, Li o Pai Rico, Pai Pobre... etc. Além de ter ouvido as suas palestras do Dr. Adelino sempre que faz palestras para a ACN.

Esta coisa de me mudar, de não me sentir bem comigo próprio, de criar mil e uma situações que me fizeram e fazem sofrer no passado, têm feito eu passar mal estes ultimos meses, porque dantes tinha vários problemas mas a teimosia de que eu sei mais, de que eu tenho razão, de que eu sou o certo e os outros estão errados, acabava por me fazer sentir mal, mas agora ter consciência de que em muita coisa sou eu que afinal crio os meus próprios problemas e que não sou o senhor e dono da razão ainda tornou o sentimento de frustracção pior. Mesmo assim tenho tentado, e além do enorme conhecimento e desenvolvimento intelectual que continuo a ter e a ganahr cada vez mais, na verdade a minha vida não mudou em nada, afectando como sempre as relações familiares, universidade, resultados no trabalho, relação amorosa... etc. E na verdade apetece-me desistir várias vezes...

Porém há apenas três semanas, assim de um dia para o outro, acalmei-me, tentei perdoar-me e decidi que podia não conseguir ter tudo com o que sonhava, mas pelo menos alguns erros e defeitos simples mas que não me têm ajudado em nada na minha vida eu ia conseguir ultrapassa los e melhora-los.
Resultado, todos os dias tenho feito melhorias pequenas, mas tenho conseguido realiza-las, na verdade quase sem esforço.
Ex: - Oiço os meus pais sem me enervar e tento sempre falar a bem e não dar importância a mágoas do passado.
- Acordo sempre cedo e tento sempre acordar o mais bem disposto possível, e actualmente faço isso sem dificuldade nenhuma.
- Sou mais compreensivo com amigos e namorada, sendo exigente com eles, mas calmo, compreensivo e tento cada vez mais mostrar aquilo que sinto não pelo que falo mas pelo que mostro, ou seja pelo meu exemplo.
- Tenho mais consideração pela família.
- Em pequenas tarefas diárias cada vez mais não deixar para depois o que posso fazer logo, lutando para que a perguissa não me domine. (este passo ainda não está automatizado como os outros, mas sinto que estou a melhorar imenso).
- Não minto e cada vez menos dou desculpas ás minhas atitudes, pedindo em vez disso desculpa e tentando melhorar ao meu ritmo.
- Marquei grande parte dos meus objectivos e sonhos, e pretendo cumprir as datas dentro do possível, ou seja, tudo depende da minha decisão e força de acreditar, que cada vez mais têm aumentado assim como a confiança em mim, decidi deixar de ser coitadista.

Tudo isto sei que pode parecer passos insignificantes, mas sei que são importantes para mim, e não tinha conseguido fazer este tipo de coisas a não ser com muito esforço e apenas se tudo me corre-se, a nível exterior tudo muito bem. Agora apesar de várias coisas me correram mal, consigo fazer isto com cada vez mais simplicidade e confiança.
Apesar de já ir a meio do ano, tenho a certeza que todos os pormenores simples e pessoais que quero mudar, vãos ser concretizados e me vão tornar uma pessoa muito melhor para mim próprio e para os outros.

E depois poderei começar a dedicar-me aos objectivos profissionais que pretendo conseguir.

Tudo isto tem me feito muito bem. E agradesso por me ter orientado e dado umas luzes sobre o caminho a seguir. Agradeço também a escolha que fez de seguir o seu sonho, porque acredito que como me têm ajudado a mim, mesmo que indirectamente, também tem ajudado outras pessoas a seguir os seus caminhos. É por tudo isto, e será sempre, um Ídolo a seguir por mim.

Peço desculpa se estiver a incomodar. Mas sei que compreenderá.

Abraços,